antiga muralha de Londres - wikipedia
rainha boadiceia - wikipedia
Imperador Adriano - wikipedia
mapa Londinium - wikipedia

Curiosidades sobre Londres na época do Império do Romano

Uma das civilizações mais influentes e importantes da história da humanidade, o Império Romano (27 a.C. e 476 d.C.) ainda chama a atenção do mundo. Sem mencionar que as suas guerras, conquistas e gladiadores são sempre lembradas em produções da indústria cultural.

E qual é a relação de Londres com Roma? Bom, a cidade surgiu na era romana, no ano 43 e foi chamada de Londinium pelos romamos. Séculos depois após sua fundação, Londres se tornaria a cidade mais importante da Britânia, a então província romana localizada ao centro-sul, onde hoje está, atualmente, a Grã-Bretanha. Selecionamos abaixo algumas curiosidades e fatos importantes a respeito de Londres na era romana.

Revoltas contra o império

Conforme Londinium (Londres) crescia, a cidade atraía diversos grupos étnicos de várias partes da província em busca de oportunidades, mas também havia revolta e resistência contra Roma. Por exemplo, no ano 60 da era cristã, a rainha Boadiceia, de origem celta conseguiu reunir outras tribos da Britânia – que promoveram uma das revoltas mais intensas contra o Império Romano.

Ela chegou a contar com mais de 30 mil homens para o combate. A rainha se revoltou contra Roma após perder todos os seus bens, depois da morte de seu marido, que era o rei do grupo icenos. Os romanos a humilharam em praça pública e também exploraram e escravizaram suas filhas.

Incêndio no ano 60

Boadiceia conseguiu afastar o Exército romano da cidade e incendiou parte do território. Milhares de pessoas, entre comerciantes e nobres romanos, foram mortos durante o incêndio, segundo publicação no site “History”. Os prejuízos financeiros para cidade foram imensuráveis.

Prosperidade no ano 100

Londinium se reergueria no ano 100 e nessa época vivenciou uma fase de prosperidade. Produtos de luxo eram enviados para atender as demandas dos nobre, bem como novas aquisições de escravos. Com a visita no imperador Adriano, no ano de 122, a cidade atingiu seu apogeu, no contexto cultural e econômico também.

Nessa época, também ocorria o mercado de exportação de cobre, prata, dentre outros. As mercadorias movimentavam as atividades no porto, através das chegadas e saídas de navios

Capital cercada por muralha

No século 2, Londinium se tornou a capital da Britânia e nessa época, ganhou prédios e novas construções – especialmente – por causa da visita do imperador Adriano. Os romanos construíram uma muralha que cercava a cidade, ela durou mais de 1.600 anos. Um século depois, a cidade atingiria a marca de mais de 50 mil habitantes.

Crise e declínio

No século 3, Londinium entrou numa fase de crise financeira e instabilidade política, que atingia todo o império, além do aumento de ataques de piratas e bárbaros. Com a quantidade de revoltas, no século 4, como forma de punição a cidade, o império demoliu prédios e construções, o que agravou ainda mais a crise financeira.

Cidade abandonada

Nos últimos séculos de dominação romana, a cidade esteve abandonada e a população sofria com as invasões bárbaras, mas Roma negou ajuda a cidade e toda a província. Com a queda do império, Londinium perdeu muitos habitantes, a maioria migrou para outras regiões. Por um bom tempo, a cidade ficou praticamente abandonada.

The following two tabs change content below.
Letícia Veloso

Letícia Veloso

Jornalista com experiência em rádio, TV e web at monvoyage.net.br
Muita predileção por literatura, filmes de arte, destinos turísticos exóticos e heavy metal clássico.

Não há Tags

1213 visualizações, 1 hoje